Domingo, 20 de Junho de 2004

EXCERTO DO LIVRO "O FOGO LIBERTADOR"

coracao.gif


"Quando eu tinha dez anos, levava para a escola a chave de casa, porque voltava antes dos meus pais, que às vezes trabalhavam até tarde. Numa noite de inverno, quando cheguei à porta de casa, procurei a chave e não a achei. A casa estava isolada. A noite caía. Estava sem a chave. Fiquei à espera em frente de casa. Uma hora, duas horas, três horas. Os meus pais não chegavam. Achei que nunca mais voltássem. Pus-me a chorar. Sentia-me muito sozinho, abandonado, exilado, infeliz. Finalmente os meus pais chegaram. 'Por que estás a chorar? Como vimos que tu tinhas esquecido a chave, deixamos a porta aberta'. Empurrei a porta. Ela estava aberta. Não tinha nem sequer pensado em tentar abri-la sem a chave.


O Fogo Libertador, Pierre Lévy


publicado por linade às 00:53
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28


.posts recentes

. HENRY LOUIS MENCKEN - 188...

. BENOITE GROULT

. II Encontro de Weblogs

. Vinicius de Moraes

. Arnaldo Jabor ... Sempre...

. Cerejas com vinagre e açú...

. PENSAMENTOS...

. Rosa Ditosa

. Eugénio de Andrade - Cama...

. As divas do cinema - Por ...

.arquivos

. Fevereiro 2006

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

blogs SAPO

.subscrever feeds